. 27/10/2014 .

OLARRRRR! Hoje estou aqui para lançar um sorteio que é um amorrrrrrr para a vida toda. Vocês sabem que eu sou apaixonada por camisetas de super-heróis ou t-shirts estilosas onde eu possa estampar meu amor por determinada coisa, certo? Então! Sabendo disso, a OBASHOP.com me procurou e propôs uma parceria. Eu, que já conhecia a loja - inclusive, minha irmã me deu essa camiseta de presente de aniversário, em maio - fiquei mega feliz, afinal, nada como ter seu trabalho reconhecido por uma marca que você curte. 

Para quem não conhece, a OBASHOP é uma loja com estampas criativas e da cultura pop. Tem de tudo: de bandas a filmes e, é claro, séries de tv. Uma das coisas mais legais da loja é que não são feitas apenas camisetas: tem relógio, bermuda, moletom, caneca... É muita coisa legal e extremamente bem feito. O atendimento é incrível e você fica satisfeito do primeiro ao último clique. Sem contar na diversidade - lembro que uma das coisas que mais me chamou a atenção no Facebook da loja foi anúncio com uma camiseta do John Fucking Frusciante - que agrada muita gente.  

Aí você me pergunta: 
- Tá, Michele. Curti a loja, to quase estourando o cartão de crédito aqui em pleno fim de mês, mas e daí? Só vai me mostrar a loja? 

Eu te respondo, cara leitora! É que eles me enviaram três camisetas in-crí-veis e um presente para vocês: um leitor lindo vai ganhar um vale-compras de R$ 42,00 na loja. ISSO MESMO QUERIDOS, vocês vão poder escolher uma camiseta (ou o que quiserem, dentro do valor do vale) da OBASHOP para chamar de sua!

- Aí simmmmmm! Como faz pra participar? 

É o esquema que vocês já estão acostumadas: responder o formulário abaixo, curtir as páginas da OBASHOP no Facebook (clicando aqui) e curtir o MOBIC




Quer preencher o formulário mais de uma vez? Então segue a tia no instagram

O resultado do sorteio vai sair no dia 15/11 e, até lá, vocês vão conferir looks lindos que eu vou montar com minhas camisetas lindas dos Guardiões da Galáxia, do Arctic Monkeys e do Clube da Luta (ai gente, me seguraaaaa!). 


Amanda, PARABÉNS!
Vamos entrar em contato por e-mail!

Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! <33
Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais!
Twitter  ♥ Facebook ♥ Instagram ♥ Youtube

Sorteio: Vale-compras de R$ 42,00 na OBASHOP.COM

. 22/10/2014 .
GENTE, "VAZOU" O TRAILER DE VINGADORES 2 E EU TO TREMENDO, ROSANA. Eu não preciso falar sobre o meu ~interesse demasiado~~ no assunto porque, oi, é só vocês olharem o bg do blog haha então, óbvio que quando vazou eu fiquei eufórica e já estou assistindo o trailer pela 15ª vez. Esse post seria mais detalhado, talvez, se meu namorado já tivesse assistido - ele é a única pessoa que conversa comigo na mesma intensidade e repara em coisas que eu não reparo e assim completamos toda uma análise ~~crítica~~ sobre o trailer (aham!) UIEHIUAHEIUEH. Enfim, nesse primeiro momento e toda eufórica, coloco aqui os destaques desse trailer maravilhoso que eu mal assisti e já considero pacas. Não viu ainda, miga? Então assiste!


(Não vou fazer um resumo da história não. Assistam o desenho que tem na Netflix, tem um episódio do Ultron que, com certeza, serve de base para você entender como ele foi criado, o poder dele, e etc). 

1- A entrada de Ultron 

MEU, QUE CENA! Só vemos um pedacinho e esse Ultron todo despedaçado é macabro pra caramba. Achei sensacional e já deu aquela carga dramática no filme. Juro que arrepiei só com a entrada dele e os passinhos. Nem precisava destruir a mark. 

2- Mercúrio e Feiticeira Escarlate
♥ ♥ Aaron ♥ ♥ 
ÓBVIO né. Eles são as grandes novidades desse filme e gostei muito da forma com que eles foram "apresentados" no trailer. A cena individual de cada um também ficou incrível, mesmo que rapidinha. 

3- As frases de efeito 

Claro que em trailer da Marvel tem que ter frase de efeito né? A que mais curti é protagonizada por mozão Stark (nossa relação está meio abalada depois de Iron Man 3, btw) onde ele diz que "este é o fim do caminho que nos coloquei" porque né hahaha a de Ultron, no começo citado acima, também é sensacional, onde ele diz que eles todos são marionetes

4- A FUCKING HULKBUSTER

Olha, eu nem preciso ficar falando. É A HULKBUSTER MANO!!!11

5- Os ~~frames individuais~~ do Gavião (não falo cena porque é muito rápido hahah)

Se tem uma coisa que quero muito nesse filme, é a presença do Gavião. Se você acompanha a Marvel apenas pelos filmes não tem ideia da personalidade do Barton, afinal, ele mal aparece nos Vingadores e ele fica metade do filme possuído, ou seja, sem sua personalidade. Nos quadrinhos ele é um cara estouradinho, meio "pra que conversar se posso flechar a cara dele?" e a gente nem imagina isso com os filmes. Espero que nesse filme ele tenha um destaque e a galera, de fato, possa conhecer o Gavião Arqueiro. 

6- As tretas

Tem Thor enforcando Toninho, tem Toninho enfrentando Hulk... Treta é o que não vai faltar nesse filme e nós estaremos aqui, com a pipoca em mãos. 

7- O tão falado escudo quebrado

Sim, a cena do escudo do Capitão América quebrado é foda. Dá um choque, mas o principal, é o que vem depois... 

8- O ENCERRAMENTO DO TRAILER 

Não basta você estar baqueado pela cena do escudo do Capitão estar quebrado, tem que ter Ultron com olhos humanos assustadores dizendo que "ESTOU LIVRE QUERIDO". (ele não fala querido, mas vocês entenderam). 

Sim, é um trailer bem "Marvel" e posso ser mais crítica amanhã, quando assistir novamente sem essa empolgação e com um olhar menos "romântico" da coisa, mas hoje, eu só posso dizer que é incrível, sensacional e, vocês me conhecem, vou falar muito sobre o assunto aqui no blog. 

Ps: li a Dinastia nesse final de semana e tô com medo da Feiticeira, porque gente, ela é foda. 


Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! <33
Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais!
Twitter  ♥ Facebook ♥ Instagram ♥ Youtube

O que eu achei de mais incrível no trailer de Avengers 2 - Age of Ultron

. 21/10/2014 .
Adorei fazer aquele "5 coisas que estou querendo muito" e decidi refazer por razões de: preciso externar os meus atuais desejos. Estou tão comedida com gastos que vocês não têm ideia, sendo assim, fico só nas vontades mesmo. É tipo um mês sabático sem nenhum tipo de aquisição material hahaha. Bem, sem mais delongas, vamos lá para a lista de cinco coisas que não saem da minha cabeça: 

1- Calça com estampa de onça

Ah, eu quero! Mesmo que use duas vezes e estacione ela por eras no meu guarda-roupas. Acho chique, acho sexy, acho incrível e o mais legal de tudo é que eu sempre disse que nunca ia querer uma peça dessas para mim. Olha o mundo fazendo eu pagar a língua <3

2- Tatuagens novas
Foto meramente ilustrativa. My new baby será bem menor hahaha
Já estão escolhidas eeeee marcadas! Ganhei de presente dois novos babies do namorado e eu já agendei. Porém, o tatuador é um dos melhores da cidade e só conseguiu data para o dia 27... DE NOVEMBRO. Sendo assim, fico aqui morrendo de vontade de ser riscada! Ps: uma delas é na costela, mas é pequenininha... DÓI MUITO? Tô em pânico e sou mega sensível a dor, ajuda eu e ou me tranquilizem ou me assustem de uma vez nos comentários hahaha.

3- Rever The OC
Seth Cohen foi um dos meus primeiros amores. Sdds assinar ~~Mih Brody~~ nos layouts do Weblogger
Baixei as três temporadas (a quarta ainda estou relutando pq até hoje não assisti inteira) e olha, vocês já sabem o quanto eu amo essa série, né? Então! Só me resta tempo para voltar a cantar "CALIFORNIA HERE WE COMEEEE" a plenos pulmões. ♥ 

4- Mudar o layout do blog



JURO que ainda ainda esse ano eu mudo. Juro!!!

5- Coisas com estampa de margaridas


Eu já estava levemente inclinada para me apaixonar pelas margaridas. Quando li esse post no GWS, a paixão me pegou e eu nem tentei escapar hahaah. Meu twitter e facebook já estão "margarizados" e eu estou desejando muuuuuito uma roupitcha com essa estampa.


E aí? Estão querendo alguma coisa que eu também esteja?
Me contem tudo e, principalmente, se é a dor da morte tatuar a costela hahahaha

Beijos ♥

Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! <33
Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais!
Twitter  ♥ Facebook ♥ Instagram ♥ Youtube

5 coisas que estou querendo muito #2

. 20/10/2014 .

Olarrrr! Se tinha uma coisa que eu gostava muito da blogosfera oldschool, eram os awards. Na minha época, award era um prêmio que você ganhava por seu blog ser legal. Ou então, ele ganhava um prêmio, como um "Oscar" em cada categoria que ele fosse indicado. Nos tempos de radio:ACTIVE.zip.net (meu primeiro blog "sério" que durou anos) eu entrava em vários e cada gif falando que o r:A tinha vencido, era um amor gigante. E aí, entrei no blog da Patty e vi que ela me indicou para o "One Lovely Blog Award", que além de ser um award (!) é um "meme" com perguntas e respostas soooobre o MOBIC! Se você tinha alguma curiosidade sobre o meu espaço favorito na internet, hoje é o dia de deixá-las! 

A brinks é a seguinte: eu respondo 11 perguntinhas e seleciono outros 11 blogs para respondê-las, sendo assim... 

1- Por que decidiu criar um blog e quando começou?
Então, eu tenho blog desde os meus 11 anos, como já contei em vários posts aqui. Porém, o MOBIC surgiu no dia 28/09 no meu primeiro ano de faculdade. Eu tinha feito uma matéria para a aula de Técnicas de Apuração e Reportagem (a primeira mais "prática" do curso) sobre a vida das modelos. Se quiser ler, é só clicar aqui - mas gente, era uma matéria jornalística do PRIMEIRO ANO. Deem um desconto ♥ Enfim, eu queria um lugar para hospedar todas as minhas matérias feitas no curso e queria criar, de certa forma, uma revista virtual. No começo eu até tentava ter uma linguagem mais distante e abordar vários assuntos - alguns até que eu não dominava tanto ou gostava, mas quando vi, o MOBIC estava sendo meu blog pessoal, com coisas que eu realmente gostava e conversando com as pessoas como se elas estivessem numa mesa de bar comigo. E assim estamos há três anos.

2- Quais os benefícios que o blog te traz?
Vou ser piegas mesmo! O benefício são as pessoas. Ok, eu já fiz viagens legais e já ganhei bastaaaante coisa que eu queria com o blog, mas nada supera as pessoas. Teve uma vez que eu estava tão desanimada que fazia um tempão que não postava. Aí eu recebi um e-mail de uma leitora que falou o quanto adorava o jeito que eu escrevia e o tanto que ria, até mesmo quando eu não tentava ser engraçada ou quando eu falava sobre um assunto que ela não conhecia. Sabe o impacto dessas coisas? Então, é grande. Com certeza são as pessoas e a sensação incrível que elas me proporcionam. Por causa delas, sei que sou lida e que agrado - e isso é incrível <3

3- Qual é o post mais acessado?
O post mais acessado do blog é "O estilo de Clarice e Gregorio", que é sobre um ensaio super fofo que o casal fez para a revista Bravo!. Ai, posso aproveitar e linkar os outros 2 e assim ficarmos com "os três posts mais acessados"? Pode, né? No segundo lugar, com a medalha de prata, está mozão Gosling com todo o seu estilo no post "E além de tudo, se veste bem: o estilo de Ryan Gosling", e com a medalha de bronze, o post coletivo com as 30 coisas que toda ex-namorada sem noção deveria saber.

4- Você usa redes sociais? 
Claro né mores. E vocês já conhecem: tenho Twitter, Instagram, Facebook e até Ello. ♥

5- Como o blog tem evoluído?
Olha, se vocês consideram evolução, eu não sei, mas eu sim. Eu comecei o blog meio assim de deixar ele pessoal e, vejam só, né. Ele foi crescendo junto comigo e minha necessidade de singularidade, sendo assim, eu não conseguia mais falar sobre algo que já tinha lido em outro lugar. CRIAR estava sendo regra, mesmo que ás vezes eu me inspire em outras coisas. Acredito que ele seja muito "eu", por isso, de fases. Fases mais alternativas, fases mais fofo, mais ardido... O que me dizem?

6- Já viveu algum fato importante por causa do blog?
Vários! A maioria deles foi graças a Kipling (o Encontrinho e a cobertura do Lollapalooza foram as coisas mais legais da minha vida toda, até aqui hehe). A viagem para o Costão do Santinho também foi incrível. São coisas que eu consegui única e exclusivamente por causa do blog, dos meus posts e etc, então, marcaram bastante mesmo. ♥ 

7- De onde nasce a inspiração para escrever e continuar com o blog?
Eu também me pergunto muito isso, porque tem épocas em que não sai nada que eu goste e, veja só, os posts que eu faço meio "por fazer", não tem grande visualização/interação. Agora os que me dedico e realmente gosto, me trazem um retorno bem bacana ♥ eu me inspiro muito nas pessoas que leem o blog. Juro! Cada comentário me deixa toda animada e eu tiro coisa de onde não sairia nada em dias normais hahah. Sem dúvida as pessoas me inspiram. 

8- O que você tem aprendido a nível pessoal e profissional esse ano?
Que o bagulho é realmente louco, migos. 

9- Qual sua frase favorita?
Vish, isso é de fases. Mas hoje, sem dúvida, é:

"We are infinite". 

10- Qual conselho você daria para quem está começando agora no mundo dos blogs?
Não adianta: não existe uma fórmula do sucesso para você dar certo. E dar certo é subjetivo, para mim, mesmo eu não ganhando milhões com meu blog, ele dá muito muito certo porque me faz feliz e serviu para eu conhecer pessoas incríveis. Faça as coisas com amor. Clichê, mas muito muito muito verdade. 

11- O que os blogs que você vai indicar têm em comum?
Todos são pessoais e de pessoas que eu gosto muito. Sejam as que eu conheço pessoalmente, sejam as que eu conheço por ler seus posts. Todos os blogs que estou indicando me conquistaram por sua individualidade <3 afinal, mais do mesmo é o que mais vemos por aqui. 



Gostou do post? Então dê um like e conte pra todo mundo! <3
Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais!
Twitter  ♥ Facebook ♥ Instagram ♥ Youtube

One Lovely Blog Award e várias perguntas e respostas sobre o MOBIC

. 19/10/2014 .
Não são, necessariamente, links dessa semana, mas foram os links que li nela, então vale, né? Essa lista tá bem Marvelzete porque, nessa semana, tivemos a incrível notícia da FUCKING GUERRA CIVIL NOS CINEMASSSS! Mas enfim, prepara a Coca-Cola (chá não, não nesse calor) e vem ler as coisas lindas dessa semana.
Ilustrar post com Ryan Gosling sempre, sempre é válido

Guerra Civil explodirá na Marvel no cinema - os meninos do Omelete explicam tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Mesmo se você não leu a saga, vai conseguir entender - e se não leu e curte o assunto, PRECISA LER, porque é sensacional!

21 segredos que pessoas ansiosas não vão contar para você - me identifiquei, profundamente, com os tópicos 4, 5, 7, 8, 14, 15, 17 e 18. E são ilustrados por cachorros fofos <3

O verão tropicalista da C&A - Mariny mostrando o que tem de lindo e tropicalista na C&A. Vem!

Ezra Miller vai viver Flash nos cinemas - adoro Ezra, acho ele um ator incrível e sensacional e etc, mas não sei se vira... Mas a notícia de que a DC está investindo em bons atores, de fato, anima. 

Terra estrangeira - Gregorio sendo, simplesmente, maravilhoso e postando um texto onde me identifico com cada linha escrita. 


Ryan Gosling entra para a disputa do papel de Dr. Estranho - segura esse forninho, Giovana! Mozão Gosling pode viver um dos personagens mais fodas da Marvel!!!

Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! <33
Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais!
Twitter  ♥ Facebook ♥ Instagram ♥ Youtube

Links maravilhosos da semana #3

. 18/10/2014 .
Por Camila Leite


Eu estava lendo um texto da Jana Rosa por esses dias – leio, me inspiro, escrevo. Quase todos meus textos começam com “eu estava lendo...”- em que ela contava como se descobriu na moda, como ela se libertou da padronização e todas aquelas parada chatas de ser igual que a gente já falou sobre. Enfim, após ler o (maravilhoso!) texto da Jana eu fiquei pensando sobre como eu construí meu estilo e sobre o que me influenciou. Os micos fashion que eu paguei  - e ainda pago sempre -, sobre o quanto a moda me aprisionou, depois me libertou, me faz ganhar alguns trocados e me permite muita diversão. 

Tudo começou muito cedo, eu era adolescente numa escola nova, querendo ser aceita. Eu me lembro do meu enorme e volumoso cabelo cor de fogo, eu me lembro da saia de pregas jeans e do all star de cano alto e cadarço pink. Ah, como era bom ser “emo suave”, usar moletom mesmo com 40ºC. Por sorte, quase 80% da galera da escola também tinha tendências emo - que eu não vou explicar em detalhes, porque to ligada que ceis são conhecedores do estilo - eu conseguia me enturmar, pegar roupas emprestadas com as amigas e ser aceita, mas ai vieram as férias de verão. Quando voltamos pro colegial ninguém mais era emo, na verdade, no colegial ninguém mais tinha estilo nenhum, todo mundo se limitava ao jeans e uniforme e eu ficava muito incomodada com aquela falta de personalidade visual nas pessoas. Foi tudo assim, sem graça por longos três anos. 


Acabando a escola, eu arrumei emprego numa loja do shopping, talvez eu ainda mantivesse algum resquício de emice, pois todos na loja me zoavam com isso e meu guarda roupas se limitava a preto, branco e cinza. Trabalha aqui, faz curso ali, acompanha alguns desfiles pela internet, tinha acesso a revistas de moda diariamente e eis que a vontade de repaginar meu estilo gritava. Eu me apaixonei pelo estilo boyfriend, era pra mim e usei muita calça saruel – desculpa mundo! Infelizmente, a gerente da loja era tipo uma Queen B. e forçava todas as vendedoras a se vestirem como ela, mas ai eu fiquei de saco cheio dela e de todas aquelas garotas usando coral (que era a cor do momento), fiquei de saco cheio de gastar tanta grana com roupas de shopping e fiquei de saco cheio do emprego. 

Raspei o cabelo pela primeira vez e o que ficou eu descolori. Fiquei horrível, aquela ainda não era eu, mas eu estava em busca de mim, e era preciso passar por uma fase de transição. Foi ai que comecei a frequentar brechós, garimpar muita coisa antiga e me encontrar em cada peça daquelas, meu cabelo foi ganhando alguns centímetros e eu começa a me reconhecer no reflexo do espelho. Eu comecei a me tatuar, entrei na faculdade, me foquei em mim e nas minhas vontades, deixei a moda um pouco de lado, apesar do meu namorado sempre reclamar que eu visito mil blogs todos os dias. 

É claro que eu acompanho as tendências, mas hoje capto melhor aquilo que combina comigo e não pago mais de R$50,00 numa peça de roupa nem se for pra festa do ano. Eu me divirto muito com a moda hoje, desde customizar/criar uma peça, até ter a cara de pau de subir numa passarela ( e olha que eu tenho 1,60 de altura!). Ouço muito frases do tipo: “Eu queria ter essa coragem de experimentar”. “Tudo que você veste fica bom”. “Essas coisas só combinam com você.” E a única resposta que eu posso dar, é que eu aprendi a acreditar em mim, acreditar no que eu to com vontade de usar e fim. Às vezes, eu chego em casa e descubro que aquele look ficou péssimo. Mas tá tudo bem! Eu experimentei e aprendi. Alguém fotografou e eu faço acreditarem que era algo conceitual. (HAHAHAH!) 

Eu demorei um tempo pra entender meu estilo “retro/avó/boyfriend/piriguetevintage”, mas eu não me limito a me vestir “apenas assim”, eu arrisco

Por fim, vou deixar um conselho, arrisque e saia do obvio! Se todo mundo ta usando vestido de festa com salto, por que você não arrisca usar com um coturno? Se todo mundo ta usando bolsa de palha grande durante o dia, por que você não arrisca usar uma clutch de palha com o tubinho preto na balada? Crie seu estilo, sua personalidade visual, sua marca. Divirta-se! 

Nota: Lembre-se de acreditar e sempre criar um personagem, que é muito culto, viajado, descolado, meio gótico, que passou uma temporada em Berlim, entende de música, cinema, fotografia, gastronomia e por isso se veste de uma maneira conceitual/Cult/européia – Essa desculpa que você vai usar quando cagar no look. <3


Saia do óbvio - crie o seu próprio estilo!

. 16/10/2014 .
Galera, não tá fácil. Bem que me avisaram que final de ano, para quem está no último semestre da faculdade, não é dos mais simples. E NÃO É MESMO. Meu TCC tá ok (inclusive, tem redes sociais enquanto tudo não fica 100%, sigam o Instagram @sitelipstick) até, mas ainda falta relatório (que é a "monografia", por assim dizer) e todos os ajustes finais. Não é fácil e tô perdendo a cabeça. Nunca fiquei tão ausente do blog e até ignorei o aniversário de TRÊS ANOS DO MOBIC (que foi dia 28 de SETEMBRO). Sobre o bday, teremos uma comemoração atrasada, mas antes, preciso respirar. Então... Nessa correria toda de sair de casa cedo, voltar pra tomar um banho e já sair de novo e voltar só meia noite, eu estou fazendo uso diário de 3 aplicativos que estão mudando minha vida. E acredito que vão mudar a sua também.


3- TecnoNutri
Minha alimentação é péssima. Quer dizer, agora está até melhorando, mas no geral, é horrível. E aí descobri o TecnoNutri. Além de você poder registrar uma dieta - ou montar uma, baseada nas calorias que você quer ganhar ou perder -, o aplicativo te avisa para beber água a cada hora que passa, te alerta para comer algo, enfim, é maravilhoso! Eu realmente sigo os alertas dele - principalmente para água, que eu mal bebia - e já sinto uma diferença considerável no meu corpo. Para quem segue dieta feito por nutricionista (que é o ideal, claro), também tem a opção de registrar todo alimento no app e ele fornecer uma contagem, além da personalização dos alertas. É incrível e GRATUITO. 

2- Sleep Cycle
Para quem tem um sono extremo, como o meu, ele é in-dis-pen-sá-vel. O Sleep Cycle monitora as ondas do seu sono e só desperta quando essas ondas estiverem baixas. Ou seja, você programa o despertador para, por exemplo, das 7h até as 7h30 (que é o horário máximo em que você pode acordar) e ele vai tocar quando seu nível de sono estiver baixo, sendo assim, não acorda no meio de um super sonho e fica cansado o dia todo. É incrível e você sente a diferença DE VERDADE. Mas tem dois contras: o primeiro é que ele precisa do celular na tomada a noite todinha, então, se você não tem tomada perto da cama, não rola. E o segundo é que ele é pago. Mas ainda assim, compensa, vão por mim que sou bicho preguiça!

1- 5 Minutos - Eu Medito
Já falei desse app na página do blog e conheci nesse post maravilhoso da Carol do GWS e ele mudou minha vida. Tô penando com problema de ansiedade (o bagulho tá louco, mores) e minha cabeça simplesmente não para. Baixar o 5 minutos e tentar (porque é MUITO DIFÍCIL) meditar por 5 minutos antes de dormir realmente me fez um bem danado. Você se força a não pensar em nada, concentrar única e exclusivamente na música e, quando respira duas vezes, já se passaram cinco minutos e você tem uma boa noite de sono. Tem quem prefira fazer o uso dele antes do almoço, ou quando acorda, enfim, para mim, a boa foi antes de dormir. Ele é gratuito, facinho e incrível <3 eu tenho certeza que vai despertar sua curiosidade para técnicas mais avançadas de meditação e você vai ficar pesquisando muito sobre o assunto - como eu. 

Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! <33
Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais!
Twitter  ♥ Facebook ♥ Instagram ♥ Youtube

Bem estar: 3 aplicativos que vão mudar sua vida

. 14/10/2014 .
Post feito especialmente para a palestra do Emerson e do Anderson Couto a.k.a. Duda Rangel que vai rolar hoje na #SECOMT14. Se você for de Araçatuba e quiser ir, é só chegar às 19h30 <3

O jornalismo é uma profissão glamourizada. Também, não é para menos! Os personagens mais interessantes do cinema são jornalistas (Robert Downey Jr. amor da vida, por exemplo, já interpretou vários deles), o Superman é jornalista e até o Peter Parker, representando o proletariado, também já foi foca. Mas por essa glamourização da profissão, muita gente acha que as coisas são flores. E não são. E esse post, querido leitor, é pra isso, para te mostrar o jornalismo COMO ELE REALMENTE É.


Para exemplificar, vou colocar pra vocês situações corriqueiras do dia-a-dia do profissional da comunicação e suas reações mais comuns. Por exemplo...

Quando a pauta cai: 
 

Quando a pauta cai e a apuração já estava na metade:
 

Quando você tem que fazer a ronda policial:

Quando você mancheta sua primeira matéria:

Quando tem plantão no fim de semana:

Quando o editor não corta nada da sua matéria:

Quando tem uma publicidade enorme no meio da sua matéria que, por isso, teve que ser reduzida na metade:


Quando uma assessoria vai promover um encontro de relacionamento com a mídia:


Quando você está quase entregando seu TCC e, nem por isso, seus patrões e outros professores deixam de te dar coisas para fazer:

 

Quando a colunista social fica contando do quanto a festa foi maravilhosa enquanto você cobria uma enchente: 


Quando o salário cai na conta:


Quando passa das 17h:


Quando está dando o deadline... 

Quando você consegue entregar as matérias antes do deadline:

Quando sai da redação antes das 18h:

Quando chega em casa:
 

E mesmo com tudo isso, não troca de profissão. Porque na verdade, o jornalista se sente irresistível ao contar em uma roda de amigos sobre suas histórias, perrengues e situações que só um profissional do meio já viveu:


E porque, no fundo no fundo, jornalismo é amor <3

NÉ MORES?

O jornalismo como ele é - Duda Rangel na SECOMT14

. 09/10/2014 .
Com a onda de blogueiros publicando livros, não é possível que você, pessoa que tenha pelo menos uma sinopse guardada a sete chaves no seu computador, não tenha se pegado pensando em como seria legal se tivesse a mesma oportunidade. Ique Carvalho e seu maravilho The Love Code, Bruna Vieira e sua trilogia (!) da série Meu Primeiro Blog, Isabela Freitas com o (quero muito!) "Não se Apega" e agora a promessa de Lia Camargo e Melina Souza em um projeto só (como lidar????). Se você tem essa vontade e mil e uma dúvidas sobre como fazer para ter um livro publicado, esse post é pra você! 


Aí fiquei com vontade de falar sobre o assunto, afinal, "ser escritora" é uma coisa que martela na minha cabeça desde meus 12 anos e meu almanaque do Harry Potter haha. Pensei em fazer um post de "Como fazer", mas é algo que eu não saberia explicar, afinal, precisaria ser uma autora de verdade. Sendo assim, conversei com a fofa da Babi Dewet, autora da trilogia Sábado à Noite (outro sucesso dessa "leva" de autores jovens) e ela respondeu várias dúvidas que eu percebi que a galera tinha. Para quem não sabe, sou do tempo old school de fanfics do McFLY. Conheci a Babi nessa época, porque SAN sempre foi um sucesso. Nesse post, ela vai falar sobre SAN, sobre como publicou seu primeiro livro e ainda dá dicas para nós, aspirantes a escritores. C'mon. 

A TRAMA
Originalmente, Sábado a Noite era uma fanfic protagonizada pelos integrantes da banda britânica e a ideia de transformar a história em livro impresso veio dos amigos de sala. "Acabei lendo comentários de pessoas que liam a fanfic anos atrás e vi que muita gente imprimia para ler na escola ou fora do computador, já que há algum tempo a leitura online não era bem vista pelos pais. Decidi, então, me dedicar a transformar SAN em livro e fazer com que muita gente pudesse ter em mãos e levar para onde quisesse."

Como a história original era uma fic, personagens, lugares e etc tiveram que ser alterados quando Babi decidiu que SAN viraria um livro de verdade. "Fazer essas alterações foi bem legal, apesar de trabalhoso. Foi meu primeiro projeto como livro, então eu estava aprendendo enquanto trabalhava. Não tive onde buscar ajuda, precisei correr atrás - a internet em 2009 era bem diferente do que é hoje. A mudança dos personagens foi divertida, porque baseei todos eles nos meus amigos e em pessoas que conhecia. Se tornou prazeroso imaginar conversas e colocar, no livro, momentos que eu passei com eles. Queria manter o McFLY lá, claro, mas precisei reinventar muita coisa e fiquei muito feliz com o resultado"


A primeira edição de Sábado a Noite foi uma publicação independente, ou seja, feita "sob encomenda". "Na época não existiam tantas editoras te ajudando a publicar um livro e eu decidi fazer tudo sozinha. Hoje isso é mais fácil, de verdade. Lançar independente foi um aprendizado enorme, que me ajudou muito a entender o mercado editorial, mas não tem nada como ter um livro publicado por uma editora e exposto em várias livrarias. Ser independente é realmente precisar correr atrás e não perder tempo e oportunidades. É um investimento."

Sábado à Noite 2 e Sábado à Noite 3 já são publicadas com editora. "A Évora, com o selo Generale, foi uma das primeiras que me procurou e me apresentou um projeto muito legal e que ainda me dava independência de criação. Eles são uma editora pequena, mas foram muito importantes no meu processo profissional. Sábado à Noite 2, dos bailes para a fama e o terceiro, que finaliza a trilogia e será lançado esse ano, foram lançados por ela."

QUERO PUBLICAR, COMO FAZ?

O conselho de Babi é "faça uma análise do mercado editorial'. "Conhecer autores, livros novos, editores e editoras. Vasculhar blogs, ler resenhas, pesquisar e saber quem é seu público alvo. Não existe uma faculdade pra isso e você precisa correr atrás para ter algum diferencial - são muitos autores hoje e, com isso, os leitores tem muitas escolhas. É um trabalho muito lindo e revigorante, então não pode desistir com os empecilhos que vão surgir! Confie na sua história, mas saiba o que o mercado precisa e se você pode se encaixar nele!"

Conversei com a Francine Silva, da Universo dos Livros, e ela me explicou que para enviar o seu livro para uma editora, basta enviar um original impresso e encadernado para o editor-chefe avaliar a obra. É recomendado que você registre seu livro antes do envio. Caso haja o interesse da editora, o retorno é feito. 

Parece mais fácil do que a gente pensa, né? 
Então, se você tem esse sonho, já te dei pelo menos uma inspiração a mais. Eu o tenho, então, quem sabe? Tenho váááárias histórias no meu computador e quem me conheceu na época de "MihPoynter" já conhece meu estilo hahaha. 

Curtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! <33
Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais!
Twitter  ♥ Facebook ♥ Instagram ♥ Youtube

Quero ser escritor, como faz? | Entrevista com Babi Dewet, autora de Sábado à Noite

. 07/10/2014 .
Gente, voltei! Voltei meio assim, porque agora estou na reta final do meu TCC e estou com tempo negativo, ou seja, o blog precisa esperar. Eu odeio isso, me sinto uma mãe desnaturada e me dá maior peso na consciência, mas eu preciso me formar - e eu sei que vocês entendem ♥ hahahaha. De qualquer forma, essa foi a semana MAIS TENSA DA MINHA VIDA TODA. Alguns motivos eu não posso revelar porque são muito pessoais, mas outros eu posso enumerar aqui para vocês verem a chuva de forninhos que eu tentei segurar. 


1- A entrega do produto do meu TCC
Gente, passei dias programando e reprogramando o site que é o produto do meu TCC. Acho que nunca fiquei tão nervosa na minha vida. Cada coisinha que dava errado era um soco imaginário no meu estômago e uma vontade inconsolável de gritar. Mas deu certo, entregamos quarta-feira e agora "só" falta a finalização do relatório para o dia 20 (ou seja, dedicatória, abstract, epígrafe, sumário, minha vida inteira mais uma vez nessa merda...) 

2- O começo do meu novo estágio
Pois é. Estou no antepenúltimo mês de faculdade e comecei um estágio. Mas ele é sen-sa-cio-nal e eu estou mega animada. Massssss me baqueou por forçar a adaptação a uma nova rotina. Mas ele é maravilhoso e estou muito animada mesmo - mesmo agora eu não tendo tempo de sobra. 

3- Crises de ansiedade
Devido a uma das coisas que aconteceram nessa semana, eu, que já estava com indícios de problema de ansiedade desde o meio do ano, surtei. Surtei de verdade e agora estou tomando um remedinho meio natureba para acalmar (ele é vendido sem receita mesmo porque estou meio com medo de fazer acompanhamento psicológico e ter que tomar algum ansiolítico). Tá bem chato, me incomodando demais e a dor é física, também. Vou recomeçar a fazer acupuntura (algo que ajudou muito minha enxaqueca e acredito que ajude nisso também) e depois faço um post mais sobre isso - para vocês, que também sofrem com isso me ajudem - e para quem não conhece, saber mais. 

4- Tive que terminar a diagramação da minha matéria 
Nesse último semestre nós temos a disciplina de revista. Me organizei para entregar minha matéria no prazo certo e tal, mas me embananei (nossa, que termo mais anos 20!) toda para diagramar a dita cuja no InDesign. Mas deu certo, posso respirar de novo. 

5- Todos os trabalhos e pesquisas acadêmicas e AAAAAAAAH
Gente, último semestre da faculdade é igual hydra: você corta uma cabeça e nascem mais duas no lugar. O bagulho é louco de verdade e eu estou a beira de nervos. Mas restam apenas dois meses e eu sei que, no fundo no fundo, vou morrer de saudade. Oremos! #formamichele #prayformih 

Tá complicado, mas estarei sempre aqui ♥ 


Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais!
Twitter  ♥ Facebook ♥ Instagram ♥ Youtube

O meu sumiço e o que aconteceu na minha semana