Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2015

5 coisas que não te contaram sobre o término da faculdade

Imagem
Reprodução/Gossip Girl Eu tenho o MOBIC desde o primeiro ano da faculdade, então, quem lê o blog desde o comecinho , acompanhou comigo toda a minha vida acadêmica: das primeiras provas bobas até o tão temido TCC ( que até rendeu post aqui ). Eu posso resumir a faculdade em uma única palavra: ansiedade . Ansiedade porque você está no primeiro ano esperando pelo segundo, no segundo esperando pelo terceiro e quando viu, está na frente da banca defendendo seu trabalho. Pois é. Passa muito rápido e as dúvidas e incertezas que você sempre pensou que ficariam com a sua monografia, não só perpetuam como aumentam. Com o término da faculdade, não são só incertezas nos acompanham. São várias outras coisas que nunca nos avisaram na graduação - mas que a tia Mih te conta agora!  1- Caso não tenha ficado claro: suas dúvidas triplicarão Triplicam porque agora você é formada e precisa saber o que vai fazer . "Seguir carreira acadêmica? Trabalhar na área? Mas em qual das vertentes?

Como usar boné - o it-acessório do verão

Imagem
Fotos: reprodução instagram  @giovannaferrarezi e Pinterest  O calor chegou e chegou chutando a porta. Eu já comentei aqui no blog que minha cidade é extremamente quente. Do tipo que chega a 38º às 9h da manhã, sabe? Pois é. No verão até alguns empregadores relevam o fato dos funcionários irem trabalhar de shorts, saias e bermudas, porque mesmo com o ar-condicionado, é bem puxado. Justamente por esse clima, o uso de bonés, chapéus e acessórios que cubram a cabeça são mais que itens fashion: têm real utilidade. Pelo que acompanho no Twitter , várias outras cidades estão com esse climão, então, além de inspirador no assunto "moda", esse post servirá como utilidade pública, porque sim, vamos falar sobre bonés. E esse post será diferente de um que fiz há alguns anos. Esse vai ter uma pegada mais fancy , mais rica, mais fina. Porque sim, o boné virou it-acessório - e você vai desejar ter um também!  Se antes você precisava de um quê de ousadia para apostar nos bon

5 trilhas sonoras inesquecíveis

Imagem
Foto: Pexels Vocês sabem que sou apaixonada por música, não é por acaso que o blog tem uma seção super recheada de playlists dos mais diversos gêneros. Também não é novidade que bons filmes me encantam, então, quando temos as duas coisas em uma única obra, o amor é verdadeiro. Hoje, trago uma mostra de filmes que demonstraram um cuidado muito apurado em escolher as canções que ilustram sua cenas mais icônicas. Tem filme que a gente assiste e parece até que nem lembraram que uma boa música poderia tornar tudo mais emocionante e inesquecível, não é mesmo? Por isso aqui vai uma quina que vale a pena conferir. Na Natureza Selvagem Uma linda – porém triste – história de um rapaz que resolve deixar tudo pra trás e viver da maneira mais simples possível. A trilha, super caprichada, foi feita por Eddie Vedder , vocalista do Pearl Jam, num excelente e premiado trabalho solo. Você vai se apaixonar pelo filme e pelas Original Soundtracks , eu garanto. Nick & Norah - Um

Playlist: Deus abençoe esses caras

Imagem
A ideia de fazer essa playlist veio de tweets aleatórios (me segue lá, é  @michelices ) sobre músicos que considero realmente incríveis e que não podem morrer nunca. Comecei a escutar os ditos cujos e, quando percebi, já tinha feito minha seleção e estava me deliciando com as vozes, guitarras e talento desses quatro caras incríveis. Uns conheço mais, outro estou em um relacionamento recente, mas independente do tempo que os conheço, reconhecer o talento imenso é fácil. E inquestionável. Se você gosta de música boa, boa mesmo, pode colocar os fones. A playlist começa bem sossegada e depois vai ficando pesadinha. Brace yourself.  C urtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! ♥ Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais! Twitter  //  Facebook  //  Instagram  //  Grupo do Blog  //  Snap: mihbroccoli

3 combinações espertas para dias preguiçosos

Imagem
Segunda-feira é conhecida também como o dia internacional dos piores looks. Isso porque nós acordamos cheias de saudade do final de semana incrível e acabamos usando qualquer coisa para o trabalho, escola ou faculdade. Estou mentindo? Pois é. Mas esse post, miga, vai te deixar glamourosa em plena segundona sem fazer nenhum esforço: são três combinações infalíveis e simplérrimas (até porque aqui ninguém tá podendo, né?) que vão te deixar mais animada para enfrentar a última semana de setembro. Duvida? Então check it out! Calça jeans e blusa listrada Fotos: Pinterest Hoje em dia, blusa listrada é tendência e essa combinação é 100% infalível e democrática. Você pode ousar como quiser: seja com uma bolsa mais colorida, seja com um jeans mais rasgado, ou um look comportado. Não importa como: jeans e listrado é a combinação ideal para os dias de hoje.  Skinny preta e T-shirt  Fotos: Pinterest e Instagram @vicqueen Acho que toda mulher precisa ter uma skinny

Sobre interpretar sinais

Imagem
Há umas três semanas que esse assunto (sinais que o universo envia) anda pautando minhas reflexões sobre a vida que, na maioria das vezes, são feitas no chuveiro ao mesmo tempo em que a água tira o dia do meu corpo. Há umas três semanas eu reassisti ao filme I Origins (é espetacular, faça um favor para si mesmo e assista!) e ele fala, um pouco, sobre essa coisa de sinais que o universo te envia as vezes. No caso de I Origins, o sinal são as sequências numéricas que levam Ian para os olhos da Sofi. Revi esse filme com um amigo, pelo WhatsApp, e brinquei que, a partir dali, começaria a prestar atenção em algumas sequências numéricas ou em possíveis sinais que poderiam surgir. Antes de continuar o texto, acho importante ressaltar uma coisa: tenho muitas crenças. Acredito demais em energias, em lei da atração, em lei do retorno, mas não tenho religião. Misturo minhas próprias convicções ao espiritismo, ao catolicismo e acredito, principalmente, no bem e no poder que nossas ações po

12 coisas que toda fã do McFLY já fez

Imagem
Ontem eu me deparei c om esse maravilhoso post do Buzzfeed que resume, um pouco, a beleza do mundo. Sério, eu tenho nos meus rascunhos um post "20 motivos para amar Dougie Poynter " (vai sair um dia, porque me falta a paciência pra fazer as montagens) e percebi o quanto ainda amo esse nanico e o quanto tenho carinho por essa banda. Muitas das pessoas que leem o blog eu conheci por causa do McFLY - e muitas blogueiras e amigas também, como é o caso da Patty . O universo das fãs do McFLY era incrível e tenho muito orgulho de ter feito parte desse fandom. E se você também era dessa época, com certeza vai amar esse post.  1- Começava uma conversa perguntando "Você é o que?" E a resposta deveria ser "Poynter, Jones, Fletcher ou Judd". Sim! Era a pergunta que iniciava uma amizade nesse meio. Poynters e Jones sempre foram maiorias e eu nem preciso responder o que eu era (você pode ver o meu primeiro twitter, o @mihpoynter).  2- Usava nome de mú

Vamos falar sobre friendzone

Imagem
Snape e Lily: se apaixonar pela amiga pode acontecer. Ser escroto não!  "Menos um soldado". Geralmente é assim que uma tirinha, matéria, ou o que quer que seja que faça referência a amizade entre um homem e uma mulher, é comentada na internet. A tal friendzone é famosa: muitos "soldados" (por soldados, entenda homens que quiseram pegar suas amigas e não conseguiram porque elas só os viam como amigos) foram atingidos durante a tal guerra (e por guerra, entenda, a conquista da amiga ou, sendo mais direta e sem meias palavras, a tentativa de comer a amiga).  Agora vamos conversar sobre como esse conceito de friendzone é ridículo? Vamos. Senta aqui que a tia Mih vai conversar com vocês! Principalmente com vocês, carinhas que saem postando diariamente mil porcarias que ofendem gratuitamente as mulheres. Quando uma mulher é amiga de um homem, ela consegue SIM ver ele apenas como amigo. Eu tenho muitos amigos heterossexuais e bonitos, bem bonitos, e nunca,

5 itens dos anos 90 que voltaram com tudo para seu guarda-roupas

Imagem
Vocês sabem que estou muito, mas muito na vibe dos anos 90. Um amigo me dizia que os anos 90 eram os melhores musicalmente falando. Ele até me citava alguns exemplos e sempre dizia, com toda a convicção do mundo, que os melhores álbuns pertenciam àquela década. Musicalmente eu não sei, mas se falarmos do cenário fashion , não tenho dúvida alguma. Para a minha (a sua, a nossa) felicidade, os anos 90 voltaram com tudo e vários itens que, até então, ficaram presos lá atrás, invadiram nossos guarda-roupas. Algumas dessas peças eu até já tinha citado nesse texto aqui , quando comparei nossos desejos fashions com as roupas das nossas mães. Mas além delas, temos outras coisas que saíram do túnel do tempo diretinho para nossas composições. A primeira, é claro que é a...  Tattoo choker  Claro que ela encabeçaria a lista porque a bicha voltou com tudo. Mesmo. Todo mundo tá usando e eu gosto muito mesmo. Inclusive, os colarzinhos "que vinham na Capricho" conquistaram até mesm

Por que eu escrevo?

Imagem
Foto: Pexels Sou apaixonada por palavras desde que me conheço por gente. Ainda quando criança, trocava bonecas por diários. Dispensava facilmente brinquedos cor-de-rosa e fofinhos por lápis de cor, caneta bic e papel sulfite. Tive inúmeros diários, agendas e fichários preenchidos por letras de música, ficções de criança e relatos de dias preenchidos com Cartoon Network e guaraná Paulistinha. Escrever sempre foi uma das coisas que mais me preenchiam e me deixavam feliz na vida . Quando, mais velha, descobri que eu poderia "trabalhar escrevendo", não pensei duas vezes e me joguei no Jornalismo . Não vou falar, agora, sobre o jornalismo e sobre a minha visão menos romântica da profissão nos dias de hoje, mas quero falar sobre a escrita. Sobre as palavras , sobre as letras. Sobre a importância que escrever tem para mim e como rabiscar linhas está em minha essência. Eu vi essas perguntas no blog da Chez Noelle , que viu na Capitolina , e corri preencher também. Afinal, fala

5 coisas que não te contaram sobre o término da faculdade

Imagem
Reprodução/Gossip Girl Eu tenho o MOBIC desde o primeiro ano da faculdade, então, quem lê o blog desde o comecinho , acompanhou comigo toda a minha vida acadêmica: das primeiras provas bobas até o tão temido TCC ( que até rendeu post aqui ). Eu posso resumir a faculdade em uma única palavra: ansiedade . Ansiedade porque você está no primeiro ano esperando pelo segundo, no segundo esperando pelo terceiro e quando viu, está na frente da banca defendendo seu trabalho. Pois é. Passa muito rápido e as dúvidas e incertezas que você sempre pensou que ficariam com a sua monografia, não só perpetuam como aumentam. Com o término da faculdade, não são só incertezas nos acompanham. São várias outras coisas que nunca nos avisaram na graduação - mas que a tia Mih te conta agora!  1- Caso não tenha ficado claro: suas dúvidas triplicarão Triplicam porque agora você é formada e precisa saber o que vai fazer . "Seguir carreira acadêmica? Trabalhar na área? Mas em qual das vertentes?

Como usar boné - o it-acessório do verão

Imagem
Fotos: reprodução instagram  @giovannaferrarezi e Pinterest  O calor chegou e chegou chutando a porta. Eu já comentei aqui no blog que minha cidade é extremamente quente. Do tipo que chega a 38º às 9h da manhã, sabe? Pois é. No verão até alguns empregadores relevam o fato dos funcionários irem trabalhar de shorts, saias e bermudas, porque mesmo com o ar-condicionado, é bem puxado. Justamente por esse clima, o uso de bonés, chapéus e acessórios que cubram a cabeça são mais que itens fashion: têm real utilidade. Pelo que acompanho no Twitter , várias outras cidades estão com esse climão, então, além de inspirador no assunto "moda", esse post servirá como utilidade pública, porque sim, vamos falar sobre bonés. E esse post será diferente de um que fiz há alguns anos. Esse vai ter uma pegada mais fancy , mais rica, mais fina. Porque sim, o boné virou it-acessório - e você vai desejar ter um também!  Se antes você precisava de um quê de ousadia para apostar nos bon

5 trilhas sonoras inesquecíveis

Imagem
Foto: Pexels Vocês sabem que sou apaixonada por música, não é por acaso que o blog tem uma seção super recheada de playlists dos mais diversos gêneros. Também não é novidade que bons filmes me encantam, então, quando temos as duas coisas em uma única obra, o amor é verdadeiro. Hoje, trago uma mostra de filmes que demonstraram um cuidado muito apurado em escolher as canções que ilustram sua cenas mais icônicas. Tem filme que a gente assiste e parece até que nem lembraram que uma boa música poderia tornar tudo mais emocionante e inesquecível, não é mesmo? Por isso aqui vai uma quina que vale a pena conferir. Na Natureza Selvagem Uma linda – porém triste – história de um rapaz que resolve deixar tudo pra trás e viver da maneira mais simples possível. A trilha, super caprichada, foi feita por Eddie Vedder , vocalista do Pearl Jam, num excelente e premiado trabalho solo. Você vai se apaixonar pelo filme e pelas Original Soundtracks , eu garanto. Nick & Norah - Um

Playlist: Deus abençoe esses caras

Imagem
A ideia de fazer essa playlist veio de tweets aleatórios (me segue lá, é  @michelices ) sobre músicos que considero realmente incríveis e que não podem morrer nunca. Comecei a escutar os ditos cujos e, quando percebi, já tinha feito minha seleção e estava me deliciando com as vozes, guitarras e talento desses quatro caras incríveis. Uns conheço mais, outro estou em um relacionamento recente, mas independente do tempo que os conheço, reconhecer o talento imenso é fácil. E inquestionável. Se você gosta de música boa, boa mesmo, pode colocar os fones. A playlist começa bem sossegada e depois vai ficando pesadinha. Brace yourself.  C urtiu o post? Então mostre seu amor e compartilhe! ♥ Acompanhe o MOBIC (e a Mih) nas redes-sociais! Twitter  //  Facebook  //  Instagram  //  Grupo do Blog  //  Snap: mihbroccoli

3 combinações espertas para dias preguiçosos

Imagem
Segunda-feira é conhecida também como o dia internacional dos piores looks. Isso porque nós acordamos cheias de saudade do final de semana incrível e acabamos usando qualquer coisa para o trabalho, escola ou faculdade. Estou mentindo? Pois é. Mas esse post, miga, vai te deixar glamourosa em plena segundona sem fazer nenhum esforço: são três combinações infalíveis e simplérrimas (até porque aqui ninguém tá podendo, né?) que vão te deixar mais animada para enfrentar a última semana de setembro. Duvida? Então check it out! Calça jeans e blusa listrada Fotos: Pinterest Hoje em dia, blusa listrada é tendência e essa combinação é 100% infalível e democrática. Você pode ousar como quiser: seja com uma bolsa mais colorida, seja com um jeans mais rasgado, ou um look comportado. Não importa como: jeans e listrado é a combinação ideal para os dias de hoje.  Skinny preta e T-shirt  Fotos: Pinterest e Instagram @vicqueen Acho que toda mulher precisa ter uma skinny

Sobre interpretar sinais

Imagem
Há umas três semanas que esse assunto (sinais que o universo envia) anda pautando minhas reflexões sobre a vida que, na maioria das vezes, são feitas no chuveiro ao mesmo tempo em que a água tira o dia do meu corpo. Há umas três semanas eu reassisti ao filme I Origins (é espetacular, faça um favor para si mesmo e assista!) e ele fala, um pouco, sobre essa coisa de sinais que o universo te envia as vezes. No caso de I Origins, o sinal são as sequências numéricas que levam Ian para os olhos da Sofi. Revi esse filme com um amigo, pelo WhatsApp, e brinquei que, a partir dali, começaria a prestar atenção em algumas sequências numéricas ou em possíveis sinais que poderiam surgir. Antes de continuar o texto, acho importante ressaltar uma coisa: tenho muitas crenças. Acredito demais em energias, em lei da atração, em lei do retorno, mas não tenho religião. Misturo minhas próprias convicções ao espiritismo, ao catolicismo e acredito, principalmente, no bem e no poder que nossas ações po

12 coisas que toda fã do McFLY já fez

Imagem
Ontem eu me deparei c om esse maravilhoso post do Buzzfeed que resume, um pouco, a beleza do mundo. Sério, eu tenho nos meus rascunhos um post "20 motivos para amar Dougie Poynter " (vai sair um dia, porque me falta a paciência pra fazer as montagens) e percebi o quanto ainda amo esse nanico e o quanto tenho carinho por essa banda. Muitas das pessoas que leem o blog eu conheci por causa do McFLY - e muitas blogueiras e amigas também, como é o caso da Patty . O universo das fãs do McFLY era incrível e tenho muito orgulho de ter feito parte desse fandom. E se você também era dessa época, com certeza vai amar esse post.  1- Começava uma conversa perguntando "Você é o que?" E a resposta deveria ser "Poynter, Jones, Fletcher ou Judd". Sim! Era a pergunta que iniciava uma amizade nesse meio. Poynters e Jones sempre foram maiorias e eu nem preciso responder o que eu era (você pode ver o meu primeiro twitter, o @mihpoynter).  2- Usava nome de mú

Vamos falar sobre friendzone

Imagem
Snape e Lily: se apaixonar pela amiga pode acontecer. Ser escroto não!  "Menos um soldado". Geralmente é assim que uma tirinha, matéria, ou o que quer que seja que faça referência a amizade entre um homem e uma mulher, é comentada na internet. A tal friendzone é famosa: muitos "soldados" (por soldados, entenda homens que quiseram pegar suas amigas e não conseguiram porque elas só os viam como amigos) foram atingidos durante a tal guerra (e por guerra, entenda, a conquista da amiga ou, sendo mais direta e sem meias palavras, a tentativa de comer a amiga).  Agora vamos conversar sobre como esse conceito de friendzone é ridículo? Vamos. Senta aqui que a tia Mih vai conversar com vocês! Principalmente com vocês, carinhas que saem postando diariamente mil porcarias que ofendem gratuitamente as mulheres. Quando uma mulher é amiga de um homem, ela consegue SIM ver ele apenas como amigo. Eu tenho muitos amigos heterossexuais e bonitos, bem bonitos, e nunca,

5 itens dos anos 90 que voltaram com tudo para seu guarda-roupas

Imagem
Vocês sabem que estou muito, mas muito na vibe dos anos 90. Um amigo me dizia que os anos 90 eram os melhores musicalmente falando. Ele até me citava alguns exemplos e sempre dizia, com toda a convicção do mundo, que os melhores álbuns pertenciam àquela década. Musicalmente eu não sei, mas se falarmos do cenário fashion , não tenho dúvida alguma. Para a minha (a sua, a nossa) felicidade, os anos 90 voltaram com tudo e vários itens que, até então, ficaram presos lá atrás, invadiram nossos guarda-roupas. Algumas dessas peças eu até já tinha citado nesse texto aqui , quando comparei nossos desejos fashions com as roupas das nossas mães. Mas além delas, temos outras coisas que saíram do túnel do tempo diretinho para nossas composições. A primeira, é claro que é a...  Tattoo choker  Claro que ela encabeçaria a lista porque a bicha voltou com tudo. Mesmo. Todo mundo tá usando e eu gosto muito mesmo. Inclusive, os colarzinhos "que vinham na Capricho" conquistaram até mesm

Por que eu escrevo?

Imagem
Foto: Pexels Sou apaixonada por palavras desde que me conheço por gente. Ainda quando criança, trocava bonecas por diários. Dispensava facilmente brinquedos cor-de-rosa e fofinhos por lápis de cor, caneta bic e papel sulfite. Tive inúmeros diários, agendas e fichários preenchidos por letras de música, ficções de criança e relatos de dias preenchidos com Cartoon Network e guaraná Paulistinha. Escrever sempre foi uma das coisas que mais me preenchiam e me deixavam feliz na vida . Quando, mais velha, descobri que eu poderia "trabalhar escrevendo", não pensei duas vezes e me joguei no Jornalismo . Não vou falar, agora, sobre o jornalismo e sobre a minha visão menos romântica da profissão nos dias de hoje, mas quero falar sobre a escrita. Sobre as palavras , sobre as letras. Sobre a importância que escrever tem para mim e como rabiscar linhas está em minha essência. Eu vi essas perguntas no blog da Chez Noelle , que viu na Capitolina , e corri preencher também. Afinal, fala