Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2017

5 motivos para você não tentar superar um término de relacionamento

Imagem
Não sou nenhuma defensora da fossa, não. Nunca fui de ficar chorando ouvindo All By Myself com um pote de sorvete e nem fiquei assistindo romances trágicos para ter mais um motivo para me debulhar em lágrimas. Sempre me disseram que, em términos, devemos mesmo abraçar a Samara que cuida do fundo do poço e pedir esse cargo pra ela. Mas eu não consegui fazer isso, não. Na real, acho que eu vivi os meus lutos pós-relacionamentos longos da melhor forma: me dando espaço e me dando tempo . Quer dizer, na maioria das vezes, porque foram os erros que me deram ideia para escrever está post. Separei cinco conselhos que dei, recentemente, para uma amiga, e resolvi colocar aqui no blog para, quem sabe, te ajudar em um momento difícil. Fecha o pote de Ben and Jerry's rapidinho e leia isso aqui. Vai te ajudar muito mais e ainda não aumentará sua glicemia. 1. Você pode conhecer pessoas incríveis em uma hora totalmente errada Ninguém gosta de sofrer e querer acabar com esse incômodo ime

Nós nos lembramos...

Imagem
Das palavras não ditas após aquela briga homérica, Das vezes em que nos sentimos mal por causa de outra pessoa, Das mensagens que não nos responderam e também das vezes em que não respondemos. Nós nos lembramos das contas que ainda não foram pagas, Das vezes em que dançamos vergonhosamente, Das bebidas que tomamos na noite anterior mesmo que a lembrança não seja tão confiável assim. Lembramos das promessas que nos fizeram e quebraram, Das vezes em que fomos nós as personagens ruins da história Das discussões vazias que tivemos por horas e de todas as vezes em que acreditamos em finais felizes. Das metas do trabalho, Dos compromissos do dia seguinte, Do gosto da ansiedade e da dor de não conseguir dormir. Das memórias ruins de criança, Das vezes em que ralamos o joelho e até daquele palhaço assustador do circo da cidade vizinha. Da piscina colorida, Da música da festa de 12 anos Do sabor daquela gelatina azul. Lembramos dos álbuns que não foram ouvidos, Do

Freebie: Wallpaper La La Land

Imagem
Meu roomie é ilustrador e extremamente talentoso. Por esses dias, enquanto se aquecia para seu trabalho - e tão apaixonado por La La Land quanto eu -, ele rascunhou o Sebastian tocando piano. Com duas cores que eu amo juntas e um desenho simples e delicado ao mesmo tempo, implorei pelo amor de deus para ele salvar em alta qualidade para eu usar em todos os meus gadgets. Como ficou lindo e sei que vocês adoram essas coisinhas, perguntei pra ele se poderia disponibilizar por aqui, ele topou e cá estamos. Para salvar, é só clicar na imagem. ♥ Ah! Para acompanhar o trabalho dele, é só seguir renan.nuche no Insta :)

Sobre ser a pessoa certa, na hora errada

Imagem
Senhoras e senhores, eu sou uma Manic Pixie Dream Girl. A primeira vez que ouvi falar sobre isso, foi enquanto lia uma crítica sobre  Tudo Acontece em Elizabethtown.  Esse foi o termo que o crítico usou para descrever Claire, a personagem otimista, fofa e que surge na vida do protagonista que eu esqueci o nome para ajudá-lo. Um dos meus melhores amigos chama isso de "Síndrome de Messias", mas acho que dizer que sou uma manic pixie dream girl fica mais bonito e condiz mais com esse blog. Não que eu não tenha essa síndrome, também.  Acho importante dizer que esse texto está saindo quase como um desengasgo que estava entalado aqui, ó. É que, na real, eu meio que estou cansada de sempre desempenhar esse papel super importante na vida das pessoas que conheço. É irritante como eu sempre sou a mina que aparece na hora mais escura da vida do cara. E ultimamente, isso vem acontecendo com bem mais frequência do que eu gostaria.  Eu sou a gente boa que ouve as reclamações

Quote #1

Imagem
Sebastian: You could just write your own rules. You know, write something that's as interesting as you are. - Sobre La La Land: apenas assistam. Do fundo do meu coração. [Tradução livre: Você poderia escrever suas próprias regras. Você sabe, escrever alguma coisa que seja tão interessante quanto você]

Coisas sinceras são sempre grandes coisas

Imagem
No fim do ano, eu presenteei meus amigos com textos que fiz exclusivamente para eles. Foram textos que fui escrevendo ao longo de 2016 e, no dia 31, publiquei em um Tumblr com a carinha de cada um . Para mim foi uma coisa simples, porém, cheia de gratidão e sinceridade, afinal, eles foram extremamente importantes para mim em um ano tão difícil e cheio de coisas novas. Eu sabia que eles gostariam - quem é que não gosta de saber que é amado, né? -, mas eu confesso que fiquei surpresa com o tanto. Eu recebi foto de amiga chorando, recebi outro textão de agradecimento e muito amor, no fim. Fiquei muito feliz que fui motivo para que eles ficassem felizes e, quando menos percebi, um "ciclo de amorzim" foi criado. E com muito pouco. Hoje em dia, implora-se por ações simples, como falar e demonstrar . Chegamos em um ponto em que temos que pedir para as pessoas se despirem de suas limitações emocionais e conversarem. Em dias cada vez mais frios, atos simples, mas que imprim

2017, be kind

Imagem
2016 foi difícil e me ensinou muitas coisas. Entre suas várias e duras lições, me mostrou como ser feliz com pequenas coisas e a acreditar que as coisas acontecem se eu fizer por onde . Por sua simplicidade, inevitavelmente, para 2017, meus desejos são singelos. Peço apenas gentileza e que seja um ano leve. Que seja doce, na maioria de seus dias espaçosos. Peço que Saturno, em sua regência, movimente esse ano de uma forma que eu mantenha as pessoas incríveis que conquistei ao longo do caminho e, sempre que puder, coloque outras. Meu coração é grande e tem vários espacinhos pedindo para serem completos. Eu peço que as situações vivenciadas, em 2017, me deem discernimento. Quero que abuse dos sorrisos e das gargalhadas altas e constrangedoras. E que a vida, neste período, me traga amor. Sempre que der, que puder. 

5 motivos para você não tentar superar um término de relacionamento

Imagem
Não sou nenhuma defensora da fossa, não. Nunca fui de ficar chorando ouvindo All By Myself com um pote de sorvete e nem fiquei assistindo romances trágicos para ter mais um motivo para me debulhar em lágrimas. Sempre me disseram que, em términos, devemos mesmo abraçar a Samara que cuida do fundo do poço e pedir esse cargo pra ela. Mas eu não consegui fazer isso, não. Na real, acho que eu vivi os meus lutos pós-relacionamentos longos da melhor forma: me dando espaço e me dando tempo . Quer dizer, na maioria das vezes, porque foram os erros que me deram ideia para escrever está post. Separei cinco conselhos que dei, recentemente, para uma amiga, e resolvi colocar aqui no blog para, quem sabe, te ajudar em um momento difícil. Fecha o pote de Ben and Jerry's rapidinho e leia isso aqui. Vai te ajudar muito mais e ainda não aumentará sua glicemia. 1. Você pode conhecer pessoas incríveis em uma hora totalmente errada Ninguém gosta de sofrer e querer acabar com esse incômodo ime

Nós nos lembramos...

Imagem
Das palavras não ditas após aquela briga homérica, Das vezes em que nos sentimos mal por causa de outra pessoa, Das mensagens que não nos responderam e também das vezes em que não respondemos. Nós nos lembramos das contas que ainda não foram pagas, Das vezes em que dançamos vergonhosamente, Das bebidas que tomamos na noite anterior mesmo que a lembrança não seja tão confiável assim. Lembramos das promessas que nos fizeram e quebraram, Das vezes em que fomos nós as personagens ruins da história Das discussões vazias que tivemos por horas e de todas as vezes em que acreditamos em finais felizes. Das metas do trabalho, Dos compromissos do dia seguinte, Do gosto da ansiedade e da dor de não conseguir dormir. Das memórias ruins de criança, Das vezes em que ralamos o joelho e até daquele palhaço assustador do circo da cidade vizinha. Da piscina colorida, Da música da festa de 12 anos Do sabor daquela gelatina azul. Lembramos dos álbuns que não foram ouvidos, Do

Freebie: Wallpaper La La Land

Imagem
Meu roomie é ilustrador e extremamente talentoso. Por esses dias, enquanto se aquecia para seu trabalho - e tão apaixonado por La La Land quanto eu -, ele rascunhou o Sebastian tocando piano. Com duas cores que eu amo juntas e um desenho simples e delicado ao mesmo tempo, implorei pelo amor de deus para ele salvar em alta qualidade para eu usar em todos os meus gadgets. Como ficou lindo e sei que vocês adoram essas coisinhas, perguntei pra ele se poderia disponibilizar por aqui, ele topou e cá estamos. Para salvar, é só clicar na imagem. ♥ Ah! Para acompanhar o trabalho dele, é só seguir renan.nuche no Insta :)

Sobre ser a pessoa certa, na hora errada

Imagem
Senhoras e senhores, eu sou uma Manic Pixie Dream Girl. A primeira vez que ouvi falar sobre isso, foi enquanto lia uma crítica sobre  Tudo Acontece em Elizabethtown.  Esse foi o termo que o crítico usou para descrever Claire, a personagem otimista, fofa e que surge na vida do protagonista que eu esqueci o nome para ajudá-lo. Um dos meus melhores amigos chama isso de "Síndrome de Messias", mas acho que dizer que sou uma manic pixie dream girl fica mais bonito e condiz mais com esse blog. Não que eu não tenha essa síndrome, também.  Acho importante dizer que esse texto está saindo quase como um desengasgo que estava entalado aqui, ó. É que, na real, eu meio que estou cansada de sempre desempenhar esse papel super importante na vida das pessoas que conheço. É irritante como eu sempre sou a mina que aparece na hora mais escura da vida do cara. E ultimamente, isso vem acontecendo com bem mais frequência do que eu gostaria.  Eu sou a gente boa que ouve as reclamações

Quote #1

Imagem
Sebastian: You could just write your own rules. You know, write something that's as interesting as you are. - Sobre La La Land: apenas assistam. Do fundo do meu coração. [Tradução livre: Você poderia escrever suas próprias regras. Você sabe, escrever alguma coisa que seja tão interessante quanto você]

Coisas sinceras são sempre grandes coisas

Imagem
No fim do ano, eu presenteei meus amigos com textos que fiz exclusivamente para eles. Foram textos que fui escrevendo ao longo de 2016 e, no dia 31, publiquei em um Tumblr com a carinha de cada um . Para mim foi uma coisa simples, porém, cheia de gratidão e sinceridade, afinal, eles foram extremamente importantes para mim em um ano tão difícil e cheio de coisas novas. Eu sabia que eles gostariam - quem é que não gosta de saber que é amado, né? -, mas eu confesso que fiquei surpresa com o tanto. Eu recebi foto de amiga chorando, recebi outro textão de agradecimento e muito amor, no fim. Fiquei muito feliz que fui motivo para que eles ficassem felizes e, quando menos percebi, um "ciclo de amorzim" foi criado. E com muito pouco. Hoje em dia, implora-se por ações simples, como falar e demonstrar . Chegamos em um ponto em que temos que pedir para as pessoas se despirem de suas limitações emocionais e conversarem. Em dias cada vez mais frios, atos simples, mas que imprim

2017, be kind

Imagem
2016 foi difícil e me ensinou muitas coisas. Entre suas várias e duras lições, me mostrou como ser feliz com pequenas coisas e a acreditar que as coisas acontecem se eu fizer por onde . Por sua simplicidade, inevitavelmente, para 2017, meus desejos são singelos. Peço apenas gentileza e que seja um ano leve. Que seja doce, na maioria de seus dias espaçosos. Peço que Saturno, em sua regência, movimente esse ano de uma forma que eu mantenha as pessoas incríveis que conquistei ao longo do caminho e, sempre que puder, coloque outras. Meu coração é grande e tem vários espacinhos pedindo para serem completos. Eu peço que as situações vivenciadas, em 2017, me deem discernimento. Quero que abuse dos sorrisos e das gargalhadas altas e constrangedoras. E que a vida, neste período, me traga amor. Sempre que der, que puder.