Postagens

Mostrando postagens de Março, 2017

Sobre estar só ♥

Imagem
você tem que se permitir sofrer, reaprender a se gostar, curtir a própria companhia, redescobrir o quanto você é incrível sozinho, descobrir uma banda nova, curtir pela primeira vez um filme que se tornará favorito, errar quando tentar fazer aquele prato que você tanto gosta, e ficar feliz quando finalmente acertar no tempero, você tem que que juntar seus pedaços sem pedir ajuda, tem que ser forte e encontrar sua força. você tem que se permitir, se descobrir, se amar. se amar muito. acima de todas as coisas. precisa reaprender a apreciar os prazeres da vida sozinho. sem ninguém, só você e você mesmo; se permitir sentir faz um bem danado, e você poupa as pessoas de serem responsáveis pelo seu conserto <3

19 de março

Imagem
Hoje o Facebook me lembrou do primeiro texto que fiz para você.  Eu falava o quanto me sentia feliz e sortuda por poder comemorar uma data tão importante ao seu lado. Eu lembro exatamente o que fazia quando escrevi aquilo, lembro do presente escolhido e lembro de cada pensamento empregado a cada sílaba digitada. Acho que o problema de escrever é que você eterniza momentos. Bons ou ruins, eles estarão para sempre ali e toda a nostalgia pertencente a eles vão te invadir de um jeito ou de outro. Hoje a nostalgia me pegou, mas não de uma forma melancólica. De um jeito bom. Consegui lembrar de tudo sem aquele peso ruim. Eu me senti tão feliz por não sentir nenhuma mágoa que quis escrever de novo. Essa leveza me faz tão bem que espero que te faça, também. Mesmo estando longe, o dia 19 de março ainda é seu - e eu acho realmente difícil que algum 19 de março vá passar despercebido. Hoje olhei na minha agenda e meu estômago ficou gelado. Apesar de tudo o que aconteceu e passamos nest

Sobre os amores eternos de um dia

Imagem
Eu morava no interior e, quando você mora em uma cidade pequena, precisa tomar muito cuidado e escolher muito bem quem você "assume". É que no interior funciona mais ou menos assim: se você sai com alguém para tomar uma cerveja depois das 18h,  vocês já estão juntos . Não estão se conhecendo, não estão trocando ideia. Estão juntos, são um casal, fim. Sendo assim, por toda essa quase-cobrança, em cidades pequenas, é muito difícil você "pagar de casal" se não quiser, de fato, ser um. Andar de mãos dadas? É um pedido de namoro. Japonês juntinhos? Só depois de duas semanas se vendo direto. Carícias no meio do barzinho? Casou. Na minha cidade só era aceitável uma pegada casual se fosse na balada e depois de certo horário, do contrário, "estava de namorandinho". Assumiu, já era.  Pula pra 2015. Lembro do meu primeiro date em São Paulo. Vamos chamar o personagem de João, para facilitar. Conheci João por um amigo em comum e nos adicionamos no Facebook. D

Sobre a ansiedade

Imagem
A ansiedade é um negócio traiçoeiro, mesmo, né? Em um segundo está tudo bem: você está se arrumando para encontrar com seus amigos naquele show que você espera há meses, está finalizando a maquiagem e até tá se achando linda, na frente do espelho. A saia tá bonita, a blusa bem passada, o cabelo colaborou e dessa vez você finalmente acertou o delineado gatinho. Dá um sorrisinho confiante, olha o celular, vê as horas e pronto, ela aparece. Assim mesmo, sem gatilho, sem convite. Ela só vem, se instala, coloca o pé na mesa e diz com um tom de voz afrontoso: "Você achou mesmo que iria sem mim?".  Tem dias em que a gente até bufa, coloca ela do lado e segue para o compromisso, apenas tentando ignorar sua presença e seus gritos no ouvido, contestando a escolha do destino, da roupa, do cabelo; tem vezes em que a gente simplesmente se deixa levar por ela, cancela tudo, deita na cama e sente a infeliz sentando em cima do nosso peito. Em outros, a gente simplesmente entrega o j

Sobre estar só ♥

Imagem
você tem que se permitir sofrer, reaprender a se gostar, curtir a própria companhia, redescobrir o quanto você é incrível sozinho, descobrir uma banda nova, curtir pela primeira vez um filme que se tornará favorito, errar quando tentar fazer aquele prato que você tanto gosta, e ficar feliz quando finalmente acertar no tempero, você tem que que juntar seus pedaços sem pedir ajuda, tem que ser forte e encontrar sua força. você tem que se permitir, se descobrir, se amar. se amar muito. acima de todas as coisas. precisa reaprender a apreciar os prazeres da vida sozinho. sem ninguém, só você e você mesmo; se permitir sentir faz um bem danado, e você poupa as pessoas de serem responsáveis pelo seu conserto <3

19 de março

Imagem
Hoje o Facebook me lembrou do primeiro texto que fiz para você.  Eu falava o quanto me sentia feliz e sortuda por poder comemorar uma data tão importante ao seu lado. Eu lembro exatamente o que fazia quando escrevi aquilo, lembro do presente escolhido e lembro de cada pensamento empregado a cada sílaba digitada. Acho que o problema de escrever é que você eterniza momentos. Bons ou ruins, eles estarão para sempre ali e toda a nostalgia pertencente a eles vão te invadir de um jeito ou de outro. Hoje a nostalgia me pegou, mas não de uma forma melancólica. De um jeito bom. Consegui lembrar de tudo sem aquele peso ruim. Eu me senti tão feliz por não sentir nenhuma mágoa que quis escrever de novo. Essa leveza me faz tão bem que espero que te faça, também. Mesmo estando longe, o dia 19 de março ainda é seu - e eu acho realmente difícil que algum 19 de março vá passar despercebido. Hoje olhei na minha agenda e meu estômago ficou gelado. Apesar de tudo o que aconteceu e passamos nest

Sobre os amores eternos de um dia

Imagem
Eu morava no interior e, quando você mora em uma cidade pequena, precisa tomar muito cuidado e escolher muito bem quem você "assume". É que no interior funciona mais ou menos assim: se você sai com alguém para tomar uma cerveja depois das 18h,  vocês já estão juntos . Não estão se conhecendo, não estão trocando ideia. Estão juntos, são um casal, fim. Sendo assim, por toda essa quase-cobrança, em cidades pequenas, é muito difícil você "pagar de casal" se não quiser, de fato, ser um. Andar de mãos dadas? É um pedido de namoro. Japonês juntinhos? Só depois de duas semanas se vendo direto. Carícias no meio do barzinho? Casou. Na minha cidade só era aceitável uma pegada casual se fosse na balada e depois de certo horário, do contrário, "estava de namorandinho". Assumiu, já era.  Pula pra 2015. Lembro do meu primeiro date em São Paulo. Vamos chamar o personagem de João, para facilitar. Conheci João por um amigo em comum e nos adicionamos no Facebook. D

Sobre a ansiedade

Imagem
A ansiedade é um negócio traiçoeiro, mesmo, né? Em um segundo está tudo bem: você está se arrumando para encontrar com seus amigos naquele show que você espera há meses, está finalizando a maquiagem e até tá se achando linda, na frente do espelho. A saia tá bonita, a blusa bem passada, o cabelo colaborou e dessa vez você finalmente acertou o delineado gatinho. Dá um sorrisinho confiante, olha o celular, vê as horas e pronto, ela aparece. Assim mesmo, sem gatilho, sem convite. Ela só vem, se instala, coloca o pé na mesa e diz com um tom de voz afrontoso: "Você achou mesmo que iria sem mim?".  Tem dias em que a gente até bufa, coloca ela do lado e segue para o compromisso, apenas tentando ignorar sua presença e seus gritos no ouvido, contestando a escolha do destino, da roupa, do cabelo; tem vezes em que a gente simplesmente se deixa levar por ela, cancela tudo, deita na cama e sente a infeliz sentando em cima do nosso peito. Em outros, a gente simplesmente entrega o j