Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2017

A melhor notícia do meu ano :)

Imagem
Eu sei, eu sei. Eu sumi, o BEDA flopou e a frequência de posts, neste blog, nunca foi tão baixa. Eu sei. Mas diferentemente de todos os meus retornos-pós-sumiço-sem-motivo, esse tem uma notícia que me fez muito feliz e que quero compartilhar com vocês que me leem desde sei lá quando e que sempre trocam palavras e afeto comigo.  Preparadas?  Mesmo?  Então lá vai...  Eu vou escrever um livro. Não, você não leu errado!  Estou com contratinho assinado e, em 2018 , vocês poderão me levar para onde quiserem - dentro da bolsa, da mochila, etc - e ler minhas linhas sobre dores e amores impressas. Sério, demorou pra cair a ficha e talvez por isso esteja sendo tão incrível escrever sobre isso aqui.  O livro (meu deus, ainda é muito emocionante falar isso hahaha) vai abordar assuntos do coração, como vocês já veem aqui no blog e do jeito que vocês já conhecem, então, se você curte o que escrevo por aqui, com certeza vai gostar do que vem sendo feito. Sem d

Coincidências, pensamentos e outras bobagens

Imagem
Outro dia sonhei com a sequência de números 13131. Na verdade, quando me acordei não lembrava do sonho. Dia normal, fui trabalhar e na hora do almoço saí para um restaurante, que estava um pouco longe. Fui de carona na moto de uma amiga. Quando paramos em frente ao restaurante, a minha amiga chamou a atenção para os números que marcavam no painel 13131. Na hora me lembrei do sonho. Claro que antes de voltar para o trabalho parei e joguei os números – vai que dá sorte.... Comecei a sonhar com a vaga possibilidade de virar milionária. O que eu faria? Iria adorar mandar aquele abraço para meu chefe, comprar uma passagem para a Tailândia e passar um mês recebendo massagens e passeando por aquele paraíso. Claro que, iria para o shopping comprar a bolsa que namoro a meses e custa a bagatela de oito mil reais. Sem contar meus outros sonhos de consumo. Tenho que confessar, esse sonho estava lindo! De repente olhei para um amigo do trabalho e comecei a pensar em como ele gastaria se ganha

Revival

Imagem
Às vezes acontece de uma boa série ser cancelada sem nenhum grande motivo aparente. O enredo tá se desenvolvendo bem, a química entre os atores está rolando e toda a equipe está em sinergia. A audiência também é boa e os caminhos a serem seguidos na história são diversos e interessantes, mas por um problema de continuidade no roteiro, uma divergência entre produtores ou simplesmente por conta de novos projetos da emissora, a série é cancelada . Acaba. Assim, do nada. O cancelamento repentino deixa todo mundo estupefato, olhando para o nada e perguntando o porquê. "Será que foi o figurino?", "Será que as produtoras-executivas não estavam em sintonia?", "Hum... Aposto que foi o recesso do coadjuvante bonitinho..." Listam-se possíveis motivos. As tramas ficam sem desfecho, as perguntas sem respostas e as cenas mais esperadas acabam não indo ao ar. Passa-se um tempo. Aparecem as críticas. "Como assim acabou dessa forma?", "Eu

A melhor notícia do meu ano :)

Imagem
Eu sei, eu sei. Eu sumi, o BEDA flopou e a frequência de posts, neste blog, nunca foi tão baixa. Eu sei. Mas diferentemente de todos os meus retornos-pós-sumiço-sem-motivo, esse tem uma notícia que me fez muito feliz e que quero compartilhar com vocês que me leem desde sei lá quando e que sempre trocam palavras e afeto comigo.  Preparadas?  Mesmo?  Então lá vai...  Eu vou escrever um livro. Não, você não leu errado!  Estou com contratinho assinado e, em 2018 , vocês poderão me levar para onde quiserem - dentro da bolsa, da mochila, etc - e ler minhas linhas sobre dores e amores impressas. Sério, demorou pra cair a ficha e talvez por isso esteja sendo tão incrível escrever sobre isso aqui.  O livro (meu deus, ainda é muito emocionante falar isso hahaha) vai abordar assuntos do coração, como vocês já veem aqui no blog e do jeito que vocês já conhecem, então, se você curte o que escrevo por aqui, com certeza vai gostar do que vem sendo feito. Sem d

Coincidências, pensamentos e outras bobagens

Imagem
Outro dia sonhei com a sequência de números 13131. Na verdade, quando me acordei não lembrava do sonho. Dia normal, fui trabalhar e na hora do almoço saí para um restaurante, que estava um pouco longe. Fui de carona na moto de uma amiga. Quando paramos em frente ao restaurante, a minha amiga chamou a atenção para os números que marcavam no painel 13131. Na hora me lembrei do sonho. Claro que antes de voltar para o trabalho parei e joguei os números – vai que dá sorte.... Comecei a sonhar com a vaga possibilidade de virar milionária. O que eu faria? Iria adorar mandar aquele abraço para meu chefe, comprar uma passagem para a Tailândia e passar um mês recebendo massagens e passeando por aquele paraíso. Claro que, iria para o shopping comprar a bolsa que namoro a meses e custa a bagatela de oito mil reais. Sem contar meus outros sonhos de consumo. Tenho que confessar, esse sonho estava lindo! De repente olhei para um amigo do trabalho e comecei a pensar em como ele gastaria se ganha

Revival

Imagem
Às vezes acontece de uma boa série ser cancelada sem nenhum grande motivo aparente. O enredo tá se desenvolvendo bem, a química entre os atores está rolando e toda a equipe está em sinergia. A audiência também é boa e os caminhos a serem seguidos na história são diversos e interessantes, mas por um problema de continuidade no roteiro, uma divergência entre produtores ou simplesmente por conta de novos projetos da emissora, a série é cancelada . Acaba. Assim, do nada. O cancelamento repentino deixa todo mundo estupefato, olhando para o nada e perguntando o porquê. "Será que foi o figurino?", "Será que as produtoras-executivas não estavam em sintonia?", "Hum... Aposto que foi o recesso do coadjuvante bonitinho..." Listam-se possíveis motivos. As tramas ficam sem desfecho, as perguntas sem respostas e as cenas mais esperadas acabam não indo ao ar. Passa-se um tempo. Aparecem as críticas. "Como assim acabou dessa forma?", "Eu