michele contel

sobre dores e amores desde 2010

Carta para você (não) ler

Por um tempo, eu perguntava o porquê.

Por que as coisas aconteciam daquele jeito?
Por que você mudava tanto?
Por que tratava as pessoas que amava daquela forma?

Depois, eu não quis mais saber e me afastei como pude. Por um tempo, a minha presença ainda era necessária (sabe deus por quem), mas a min…

Sobre amores meio bosta

Na semana passada, eu fiz aquela corrente no Instagram em que você se propõe a dar conselhos sobre qualquer coisa, para qualquer pessoa. Entre as várias mensagens que recebi, uma delas me chamou a atenção e, sem dar nome aos envolvidos, vou compartilhar aqui na íntegra, afinal, é por causa dela qu…

Formulário para a página de contato (não remover)