. 18/07/2019 .
Colagem: HagaraStuff
Quando você vê, a presença obrigatória de fim de semana vira uma mensagem ou outra na story do Instagram. A primeira pessoa para quem você conta sobre um novo relacionamento, fica sabendo por alguma foto no Facebook. O seu primeiro convite para uma festa estranha, acaba passando despercebido e, quando você vê, já foi, já passou e até teria sido legal se tivessem ido juntos, mas não aconteceu porque ninguém lembrou de fazer o convite. Você descobre que a pessoa mudou de emprego por um tweet. Sem cafés de horas de conversas à fio, sem ponderamentos compartilhados, sem análises conjuntas.

A vida aconteceu. Seguiu.

A gente tende a colocar um peso muito grande nas partidas, esquecendo do quão natural ela é. Quando essa partida é feita de forma brusca e intensa, com lágrimas, discursos e promessas, dói e ocupa nossa cabeça. Quando ela é sutil, sem que nenhum dos dois lados realmente perceba o que está acontecendo, ela simplesmente acontece. Sem dramas e rompimentos.

Às vezes parece difícil entender que tá tudo bem as pessoas irem embora. E parece que esquecemos que nós vamos embora também. É a vida e suas bifurcações. São ciclos. Mudanças. Encerramentos e novos começos. Nós não somos as mesmas pessoas que éramos ao acordar - e nossos amigos, parentes e amores também não.

Tem pessoas que têm a sorte de seguirem por um mesmo caminho de evolução juntas. São parceiras de vida em diferentes âmbitos da mesma. Em outros casos, as pessoas conseguem encontrar grandes amigos para uma única jornada - que só foi incrível da forma que foi, por causa da companhia. O caminho muda após a chegada do destino e uma nova história, com novos personagens, começa a ser escrita.

Porque é a vida

É natural que a pessoa que ocupava um lugar cativo na primeira fileira da arquibancada de torcida da sua  vida, vire um discreto espectador no fundo das cadeiras amarelas. O que é importante lembrar, nesses casos, é que mesmo distante, essa pessoa ainda torce por você. Quer te ver bem, erguendo a taça dourada que representa suas conquistas. Às vezes, ela pode não estar com a faixa com seu nome escrito, mas está ali, discreta, pensando em você de vez em quando. Sabendo do resultado das suas partidas por um terceiro ou ao rolar um feed de Instagram. Ela pode não gritar com partida ganha, mas fica feliz em saber do resultado.

Porque o jogo segue.
E a vida também.

Vamos marcar, qualquer dia!