Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2020

Pequenas Coisas, meu segundo livro, já está disponível na Amazon

Imagem
DEMOROU, MAS O SEGUNDO (?) LIVRO SAIU!  #PequenasCoisas é um romance que escrevi aos 15 anos, em formato de fanfic, quando eu dedicava todas as minhas tardes depois da escola para escrever pequenas ficções. Eu, que sempre fui uma leitora assídua e por muito tempo troquei os intervalos com os amigos pela biblioteca, encontrei na escrita uma forma de viver emoções que eu ainda não conhecia. Foram várias fanfics do Harry Potter e do McFLY até chegar nessa, do Son of Dork. Foi ela a minha fanfic de "mais sucesso", já que ela ganhou alguns prêmios do site de fics e foi uma das "fics do ano". Para a Michele de 15 anos, isso representava um Nobel!  Eu sempre tive muita vontade de revisitar minhas histórias da adolescência e reescrever, mas confesso que não é uma tarefa simples. Por isso, peguei a minha estória favorita para ser a primeira a ser relançada. E que delícia que foi reconhecer Steve, Emma e os meninos da Rev9!  Para testar o método de publicação da Am

As últimas 5 séries maravilhosas que assisti

Imagem
I May Destroy You (finalizada - 1 temporada - HBO) Eu já indiquei ela aqui, mas vale falar de novo. Michaela Coel escreve, produz e dirige uma série que fala sobre consentimento de diferentes formas, da mais pesada e explícita até a mais sutil e não tão facilmente compreendida. Os diálogos são rápidos e afiados, a produção é maravilhosa e a série, a grosso modo, é sensacional.  The Great (finalizada - 1 temporada - Hulu)  Mais uma com diálogos afiados e que conversam muito com questões que vivemos atualmente - mesmo que a série se passe no século 18. Se Catarina era à frente do seu tempo, a atualidade foi retratada na série que tem Elle Fanning brilhando como uma protagonista de personalidade forte.  Lovecraft Country (andamento - HBO)  Não sou a maior fã de produções de "terror" ou coisas do tipo, então, no primeiro episódio não me senti muito empolgada com a série que, hoje, me faz esperar ansiosamente pelo domingo só para poder assistir ao novo episódio. Ela, que se passa

Pequenas Coisas, meu segundo livro, já está disponível na Amazon

Imagem
DEMOROU, MAS O SEGUNDO (?) LIVRO SAIU!  #PequenasCoisas é um romance que escrevi aos 15 anos, em formato de fanfic, quando eu dedicava todas as minhas tardes depois da escola para escrever pequenas ficções. Eu, que sempre fui uma leitora assídua e por muito tempo troquei os intervalos com os amigos pela biblioteca, encontrei na escrita uma forma de viver emoções que eu ainda não conhecia. Foram várias fanfics do Harry Potter e do McFLY até chegar nessa, do Son of Dork. Foi ela a minha fanfic de "mais sucesso", já que ela ganhou alguns prêmios do site de fics e foi uma das "fics do ano". Para a Michele de 15 anos, isso representava um Nobel!  Eu sempre tive muita vontade de revisitar minhas histórias da adolescência e reescrever, mas confesso que não é uma tarefa simples. Por isso, peguei a minha estória favorita para ser a primeira a ser relançada. E que delícia que foi reconhecer Steve, Emma e os meninos da Rev9!  Para testar o método de publicação da Am

As últimas 5 séries maravilhosas que assisti

Imagem
I May Destroy You (finalizada - 1 temporada - HBO) Eu já indiquei ela aqui, mas vale falar de novo. Michaela Coel escreve, produz e dirige uma série que fala sobre consentimento de diferentes formas, da mais pesada e explícita até a mais sutil e não tão facilmente compreendida. Os diálogos são rápidos e afiados, a produção é maravilhosa e a série, a grosso modo, é sensacional.  The Great (finalizada - 1 temporada - Hulu)  Mais uma com diálogos afiados e que conversam muito com questões que vivemos atualmente - mesmo que a série se passe no século 18. Se Catarina era à frente do seu tempo, a atualidade foi retratada na série que tem Elle Fanning brilhando como uma protagonista de personalidade forte.  Lovecraft Country (andamento - HBO)  Não sou a maior fã de produções de "terror" ou coisas do tipo, então, no primeiro episódio não me senti muito empolgada com a série que, hoje, me faz esperar ansiosamente pelo domingo só para poder assistir ao novo episódio. Ela, que se passa